InícioAraripina em FocoCrianças se arriscam para ir à escola em ônibus caindo aos pedaços

Crianças se arriscam para ir à escola em ônibus caindo aos pedaços

Para muitos estudantes,
o segundo semestre começa sem novidade no transporte escolar. No ano passado, o
Bom Dia Brasil mostrou a situação precária nos ônibus que levam alunos do
município de Palmital, no Paraná. De lá para cá, dez meses se passaram e nada mudou.
Os 15 ônibus caindo aos
pedaços são o meio de transporte para 800 crianças de Palmital, no interior do
Paraná. Conforto zero: falta lugar para sentar e há buracos nas paredes. Pior
ainda é o risco de acidentes. Não há cinto de segurança, a fiação elétrica está
exposta e o assoalho arrebentado. A equipe de reportagem encontrou também um
pneu solto dentro do ônibus.
“Banco, lataria,
pneu”, enumera os problemas no ônibus o estudante Diego Bileski.
A situação já foi
mostrada em outubro do ano passado. A promessa da prefeitura era de que sete
dos 15 ônibus escolares seriam substituídos. Mas nada mudou. A porta traseira
de um veículo está trancada, sem uso. Se houver uma emergência não há como
sair. As lanternas também estão quebradas.
Vinícius Crescencio, de
6 anos, conta que andou num ônibus que estava sem freio. “Esses dias nós fomos
para cidade com o ônibus sem freio. Tinha um monte de descida e nós com medo
ainda. Também, nós nem conseguíamos segurar o medo também. E era difícil. E eu
aguentava o medo”.
Para os pais, é um
dilema. Se proibirem os filhos de andar nos ônibus mal conservados da região,
eles param de estudar, porque não há outro meio de transporte. Por isso, para
garantir o direito das crianças à educação, muitas famílias acabam se arriscando.
“Aí claro que o
pai e a mãe ficam preocupado, porque tiram os filhos da gente de dentro da casa
pra estudar, que a gente quer que estude, e daí não trazer de volta? Por falta
de má administração que nós temos”, diz o pai de aluno Orlando dos Santos.
O Procurador Geral do
Município disse que o governo do estado vai comprar dois novos ônibus. Apesar
dos flagrantes mostrados pela reportagem, para o procurador não há
irregularidades com a frota atual.
“A manutenção está em
dia, se tem algum pneu careca, com certeza vai ser substituído na
segunda-feira. Porque todos os ônibus que a gente tem conhecimento tá tudo em
dia, manutenção, freio, tudo em dia, pneus, todos novos”, garante o Procurador
Geral do Município Fernando Ferreira Soares.

Informações do Bom Dia
Brasil/Globo
Allyne Ribeirohttps://araripinaemfoco.com
Diretora de Edição e Redação de Jornalismo
RELACIONADOS