InícioRegião do AraripeAraripinaPrimeiro casamento entre homens é realizado em Araripina

Primeiro casamento entre homens é realizado em Araripina

O casamento entre pessoas do mesmo sexo é alvo de debate há muito tempo no mundo todo; cada nação tem seus próprios meios de lidar com a situação. Há 11 anos, por uma decisão do STF (Supremo Tribunal Federal), O Brasil passou a reconhecer a união estável entre casais do mesmo sexo, definindo assim um marco para a representatividade, pois agora os direitos concedidos por um casamento são estendidos às pessoas que formalizam a união estável homoafetiva. E agora em maio de 2022, aconteceu o primeiro casamento entre homens de Araripina e a equipe do Araripina em Foco entrou em contato com os recém casados — Lourinaldo e Robson — para conhecer mais dessa história.

AF: Como vocês se conheceram?

Eu e Naldo nos conhecemos na faculdade quando Naldo estudava gastronomia. A gente se falava pouco; eu fazia curso de teatro [na época]. Bom, enfim, ele veio para Araripina, onde mora há anos; eu continuei em SP. Passou-se o tempo e nos reencontramos pelas redes sociais, então voltamos a nos falar e assim foi nascendo um laço de amor; estava escrito um cozinheiro e um artista e decidi viver esse amor. Vim para Araripina há dois anos e, vivendo com lutas, estamos hoje oficialmente juntos lutando pelos nossos objetivos: abrimos nossa empresa de festas infantis, juntando o útil ao agradável. Hoje sou o homem mais feliz do mundo, vivendo o que nunca vivi: a felicidade de ser eu mesmo.

AF: Como vocês lidam com o preconceito?

Minha visão sobre preconceito é que sou muito tranquilo. Embora sejamos um casal do mesmo sexo, isso não define nosso caráter. Sim, nós enfrentamos preconceitos todos os dias, mas sempre levamos isso com luta e garra, nunca desistimos de sermos felizes. Sim, temos muito respeito pelos seres humanos em todos os aspectos; respeito é tudo. Hoje vivo feliz aqui em Araripina, fomos muito bem aceitos e mesmo com críticas a gente luta pela nossa família e amor sem preconceitos. Temos uma filha de 18 anos e ela nos ama e nos respeita do jeito que somos.

AF: Como vocês se sentem em ser o primeiro casal homossexual entre homens aqui em Araripina?

Amigo, para mim é uma vitória muito grande ser o primeiro casal gay a se casar em Araripina. Muito me impressionou foi o carinho das pessoas; para mim foi um sonho.

Robson — também conhecido como Palhaço Peteco — e Naldo têm uma empresa de festas infantis. O Araripina em Foco parabeniza e deseja felicidades aos recém casados.

Por Túlio Pontes / Araripina em Foco

Túlio Ponteshttps://www.araripinaemfoco.com
Edição e Redação de Notícias
RELACIONADOS